História

Nossa História

A Pousada Ponta do Mutá é a concretização de um sonho, é o resultado do projeto de vida de sua fundadora Simone Freitas que, após pesquisar vários locais no litoral brasileiro, trocou Brasília pela tranquilidade e beleza das praias da Península de Maraú, mais especificamente pelo povoado de Barra Grande.
E, assim, em 26 de dezembro de 2002, foi inaugurada a Pousada Ponta do Mutá que desde seu primeiro dia de funcionamento já oferecia aos seus hóspedes o conforto e o bem-estar proporcionados pelo carinho, atenção e competência de sua idealizadora e sua equipe de trabalho.
Dotada de carisma e habilidade para agregar pessoas, Simone em pouco tempo tornaria sua pousada uma referência, não apenas como uma das melhores da Península de Maraú e do litoral baiano, mas como ponto de encontro de hóspedes vindos de todo o Brasil – e do mundo-, como também de moradores, sejam os nativos ou aqueles que escolheram o povoado para morar. Destes encontros nasceram grandes projetos sociais que marcaram a vida da comunidade de Barra Grande. O “Arte Mainha”, a “Escola Estadual Maria Amélia Gene Pirajá” a “Escola Comunitária Jardim do Cajueiro”, o “Centro Cultural”, a “APA” e ações ambientais e culturais como a “Limpeza de Praia” e o “Sarau da Barra”, são exemplos das causas abraçadas por Simone, que sempre incentivou e mobilizou a comunidade.
Neste contexto, e ao longo destes 14 anos de existência, a Pousada permanece como um centro difusor de arte e cultura com biblioteca, exposição de arte, videoteca, shows de músicos, palestras, degustações orientadas por sommeliers, oferecidos aos hóspedes e convidados.
Atualmente, a administração da Pousada é responsabilidade dos filhos da proprietária que introduziram novos conceitos de gestão e modernizaram a infraestrutura, No entanto, não perderam de vista o modelo de excelência da fundadora , sobretudo em relação aos valores e atitudes de acolhimento, atenção, carinho e simpatia para todos que na Pousada Ponta do Mutá chegam.

Membro de: